Gostou? Clique e divulgue para os amigos:

Apendicite – O que é? Causas, sintomas, tratamento e prevenção;

O que é?

Apendicite é a inflamação do apêndice, que é uma pequena bolsa, que tem o formato de um dedo. O apêndice fica localizado e preso  na primeira parte do intestino grosso.

Quando essa pequena bolsa, que é o apêndice inflama, surge a Apendicite, que causa muita dor na região abdominal inferior direita.

 

Abaixo pode-se  observar a localização do Apêndice.

O que é apendicite

 

A imagem a seguir demonstra a região que em fica concentrada a dor durante uma crise de Apendicite.

onde-fica-o-apendice

 

Causas da Apendicite

Como dito anteriormente, a Apendicite é a inflamação do Apêndice, que é um pequeno órgão linfático, localizado na parte abdominal inferior direita.

A inflamação do apêndice  - Apendicite, tem como causa principal a obstrução  do apêndice. É a obstrução do fluxo sanguíneo dentro do apêndice que ocasiona a elevação da pressão sanguina, fazendo com o que aconteça a inflamação.

causas-da-apendicite

A infamação pela obstrução do apêndice possui diversas causas. Vejamos:

1) Pela presença de fezes – O apêndice é o órgão responsável pela produção de muco que é misturado as fezes. Dessa forna, a causa mais comum da apendicite ocorre quando algum resquício das fezes bloqueia o interior o apêndice, causando assim a inflamação;

2) Traumatismo no Local – A apendicite pode também decorrer de algum trauma exercido contra o apêndice. Assim, se o paciente sofrer algum impacto ou trauma na região em que fica localizado o apêndice, pode ocasionar a sua inflamação ou até mesmo sua ruptura.

trauma-no-apendice

3) Infecção por bactérias ou vírus  - A apendicite também pode ser decorrer de infecções causadas por  bactérias ou vírus que ficam alojados no sistema digestivo.

4) Genética – A questão genética também pode ser uma das causas que desencadeiam a Apendicite.

Sintomas da Apendicite

A apendicite pode ser divida em Aguda e Cronica.

Apendicite Crônica: é quando a pessoa possui várias vezes a apendicite aguda e, em razão das continuas aparições, ocasiona a inflamação do apêndice.

Apendicite Aguda:

A forma mais comum da Apendicite é a Aguda, que pode ocorrer em pacientes de qualquer idade, mas normalmente se manifesta durante a adolescência.

Os sintomas são semelhantes nos de Apendicite Aguda e Cronica.

O sintoma mais comum na Apendicite é a forte e intensa dor abdominal, ela fica concentrada na parte inferior direito do abdome.

dor-apencidite

 

Fortes e intensas dores ao realizar movimentos com a perna direita também é um dos sintomas da Apendicite.

apendicite-dor-na-perna

No entanto, outros sintomas, menos comuns, podem ser observados em pacientes que se encontram em uma crise de Apendicite: Vômitos, diarreias, constipação, náuseas e perda do apetite.

Importante ressaltar que nem todas as pessoas apresentam os mesmos sintomas da doença, eles podem aparecer conjuntamente ou separadamente.

É importante que, ao constatar um dos sintomas da Apendicite, a pessoa procure imediatamente um médico, a fim de que seja realizado  diagnóstico preciso, já que os sintomas e a gravidade da inflamação agravam-se ao decorrer do tempo.

 

Diagnóstico

Ao sentir os sintomas da Apendicite é imprescindível que se procure um médico para realização de exames que possam confirmar a existência ou não da doença.

O diagnostico é feito através de exames, que podem ser de sangue, urina e de imagem. Os mais utilizados são os exames de sangue e de imagem.

Quando há inflamação do apêndice, o hemograma demonstra  significativa alteração quanto a quantidade de leucócitos, que são as células responsáveis pela defesa do corpo.

exame-de-sangue

Os exames de imagem, mais conhecido como ultra-sonografia e a tomografia computadorizada. A ultima opção é a mais utilizada, pois demonstra com mais precisão a existência de inchaço na região e a presença de pus no apêndice, consequência da inflamação do órgão.

As imagens abaixo mostram a realização do exame de Tomografia Computadorizada.

tomografia-computadorizada

 

tomografia-apendicite

A seguir, exames de ultrassonografia:

ultrassonografia-apendicite

ultrassonografia-apendice

Tratamento

Existem apenas duas formas de tratamento para Apendicite que são realizados nos dias de hoje, o tratamento com antibióticos e anti-inflamatórios e a cirurgia para remoção do Apêndice.

Por isso, é muito importante que ao reconhecer os primeiros sintomas da doença seja marcada uma consulta com o médico.

O tratamento para Apendicite Crônica, na maioria dos casos, é realizado com o uso de anti-inflamatórios receitados pelo médico.

O primeiro tratamento  para Apendicite é realizado com o uso de antibióticos.  Esse tratamento é pouco utilizado pelos médicos, já que, quando as dores decorrentes do apêndice aparecem, o órgão já está inflamado.

rem-edios-apendicite

A cirurgia para remoção do apêndice inflamado é o método mais utilizado para o tratamento da apendicite.A cirurgia pra remoção do apêndice é realizada com anestesia geral.

anestesia-geral

A operação, na maioria das vezes, é realizada por laparoscopia, na qual é feito um pequeno corte no abdome inferior direito e procedida a remoção do apêndice inflamado.

cirurgia-apendicite

A cirurgia realizada por laparoscopia traz a vantagem da uma cicatriz menor do que a realizada pelo método tradicional.

A cicatriz deixada pela remoção é relativamente pequena e fica localizada logo abaixo do umbigo, ao lado direito.

cicatriz-apendicite

Pós-operatório

O pós-operatório da cirurgia de apendicite exige que o paciente não realize atividades físicas durante certo período, que pode variar de acordo com cada paciente.

cuidados-pós-operatório

O tempo de estadia em hospitais após a realização de cirurgia é de 24 horas, a não ser que o apêndice tenha sofrido ruptura, razão pela qual o pós-operatório exige mais cautela.

Prevenção

Infelizmente, não existem métodos conhecidos capazes  de prevenir a Apendicite.

Gostou deste artigo? Clique e divulgue para os amigos:

Compartilhar no Facebook

Posted in : Doenças, Saúde

Deixe o seu comentário